ACORRENTADA EM MINHAS ILUSÕES

Perdida em desejos ilusórios,
Entrego meu corpo aos meus pensamentos.
O dia passa rapidamente e não sinto.

Estou distante,
Vivo uma vida que não é real.
Imagino momentos...

Posso sentir o aroma,
Posso ver as cores, estou lá.
Acorrentada em minhas ilusões.

Fantasio um romance
Sinto o toque das mãos em meu corpo.
Um desejo aflora e me devora...

Deixo-me levar,
Abro mão da minha história.
A ilusão pouco a pouco me domina

Com sua beleza falsa,
Com suas palavras doces.
Os dias tornam-se anos...

Não sei se há um caminho para me libertar.
Perdi o fio que me trazia de volta,
Nada mais importa...

Envelheci sem saber o que é amar,
O que é o amor de verdade.
Acorrentada em minhas ilusões,

Espero um dia acordar...

Copyright © 2012 - Todos os Direitos Reservados à Marcela Re Ribeiro - Reprodução Proibida

LIVROS DA AUTORA

​SIGA-ME

  • Facebook Classic
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter Classic
  • c-youtube

© 2018 Todos os Direitos Reservados à Marcela Re Ribeiro